terça-feira, 13 de novembro de 2012

NOVO REBOCADOR PARA LEIXÕES


Caros Amigos.
O nosso porto, o Porto de Leixões, recebeu um novo rebocador com mais potência permite receber navios maiores O primeiro de dois novos rebocadores chegou esta segunda-feira ao porto de Leixões, permitindo aumentar a capacidade do porto para receber navios de carga e cruzeiros de maior envergadura.
O rebocador 'Nereu' (a que se juntará o gémeo 'Aquiles') vai juntar-se à atual frota de rebocadores do porto de Leixões, aumentando a capacidade máxima do rebocador de maior tração da frota em 25 toneladas.
Até ao momento, a força máxima de tração dos rebocadores de Leixões ficava-se nas 35 toneladas (sendo que um é de 30 toneladas e outros dois são de 35), mas as duas novas embarcações encomendadas aos estaleiros Armon de Gijon (Espanha) terão uma capacidade de tração de 60 toneladas, dotados de excelente capacidade de manobra.

O Nereu e o Aquiles são rebocadores tipo trator com 25 metros de comprimento, boca de 11 metros, um calado de 5.2 m, atingindo uma velocidade máxima 12 nós e estão equipados com guincho de manobra operados eletronicamente. Os rebocadores estão certificados pela BV – Bureau Veritas para condução desatendida, dada a centralização da monitorização, alarmes da casa das máquinas e equipamentos a partir da ponte de comando.

O investimento nestas duas novas embarcações, no valor de 13 milhões de euros, com comparticipação comunitária pelo POVT – Programa Operacional de Valorização do Território e financiado em parte pelo BEI - Banco Europeu de Investimento, é um passo crucial para o crescimento do volume de negócios realizados pelo Porto de Leixões, num período em que o porto tem registado crescimento nos últimos anos consecutivos do número de passageiros e de carga movimentada.

Leixões Dock & Roll.

2 comentários:

Manuel disse...

Parabéns, belo brinquedo, que o porto de Leixões continue a evoluir!
Um Abraço,
Manuel

JOSÉ MODESTO disse...

Amigo Manuel.
É gratificante vermos mais um meio auxiliar a complementar o nosso porto.

Um Abraço e claro
Saudações Marítimas.
José Modesto

Arquivo do blogue

PORTO DE LEIXÕES

PORTO DE LEIXÕES