quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

CONHECER LEIXÕES


GRIMALDI LANÇA AEM ENTRE A ITÁLIA , A CECÍLIA E A GRÉCIA

O Grupo Grimaldi acaba de lançar mais uma Auto-Estrada do Mar, agora entre o Noroeste de Itália, a Sicília e a Grécia.

O novo serviço será assegurado pelo “Eurocargo Napoli”, com capacidade para transportar até 260 veículos ligeiros e 1 940 metros lineares de carga.

A nova AEM – que se junta às nove anunciadas pelo grupo italiano ainda em Janeiro passado – ligará os portos de Génova, Catania, Patras e Igoumenitsa.

O porto de Patras servirá todo o Sul da península grega e a área de Atenas, ao passo que o porto de Igoumenitsa concentrará o tráfego de mercadorias com origem/destino no Norte da Grécia, na Turquia e nos Balcãs.

O serviço iniciou-se no passado dia 20 e terá uma cadência semanal.
Fonte: Transportes & Negócios

TUI PODE TER QUE RECOMPRAR MAIS HAPAG-LLOYD


O grupo Tui poderá ver-se obrigado a recomprar mais de 33,3% da Hapag-Lloyd para viabilizar o negócio da venda da companhia marítima, de acordo com a imprensa germânica.

Nos termos do acordo assinado com o consórcio Albert Ballin, o grupo Tui venderá a Hapag-Lloyd por 4,5 mil milhões de euros e recomprará depois 33,3% da companhia por 700 milhões de euros. Acontece, porém, que o consórcio comprador está a sentir enormes dificuldades em reunir o capital necessário, o que, no limite, pode inviabilizar a operação.

O Royal Bank of Scotland, um dos previstos financiadores, foi entretanto nacionalizado e retirou-se do negócio; o HSH Nordbank, um dos membros do consórcio, está ele próprio em dificuldades, a necessitar de uma ajuda extraordinária dos dois estados alemães que o controlam; e mesmo Klaus Michael Kuhene, que à partida ficaria com 25,1%, estará agora interessado em reduzir a sua exposição.

Sempre de acordo com notícias vindas a público, os promitentes compradores terão sondado o grupo Tui no sentido de baixarem o preço. Sem sucesso, a avaliar pelas declarações do portas-voz do grupo, quando afirmou que o preço não seria renegociado.

O grupo Tui terá entretanto disponibilizado um crédito mais de mil milhões de euros para ajudar a Hapag-Lloyd a enfrentar os tempos difíceis por que passa o shipping. Mas o acordo ainda não está fechado. Quando a venda ficar concluída, a Hapag-Lloyd terá empréstimos no total de dois mil milhões de euros, incluindo 1.3 mil milhões transferidos da Tui.

Em aberto está ainda a possibilidade de a Tui recomprar mais do que os 33,3% da Hapag-Lloyd inicialmente acordados, na prática assumindo para si a diminuição das posições dos outros investidores. Resta saber até onde irá essa disponibilidade.

Apesar dos rumores, o grupo alemão mantém a expectativa de fechar a venda da Hapag-Lloyd até à apresentação dos seus resultados anuais, agendada para 25 de Março próximo.
Fonte: Transportes & Negócios

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

ENCONTRO DE BLOGUISTAS


O Amigo António Saez visita o Porto.
Grande colaborador do meu Blogue, o Amigo António Saez encontrou-se comigo hoje dia 25-02-2009 no Porto, visitamos o Porto de Leixões e claro Leça da Palmeira.
Vive em Tenerife e da Janela do seu Apartamento, envia-me fotos fantásticas dos navios que ali fazem escala.
Um Grande Abraço para ele e familia e o meu muito obrigado pela colaboração que tem dado ao meu blogue e pela visita de hoje.
Até Breve António.

INVESTIMENTOS AVULTADOS NO PORTO DE AVEIRO

Faça Clique no título.
Fonte: Moptc.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

CONHECER LEIXÕES

PESOS MÁXIMOS DE CARGA NOS TRANSPORTES

Veículos a motor:
2 eixos 19,00 ton.
3 eixos 26,00 ton.
4 ou mais eixos 32,00 ton.
Reboques:
1 eixo 10,00 ton.
2 eixos 18,00 ton.
3 ou mais eixos 24,00 ton.
Veículo articulado (tractor+semi-reboque):
3 eixos 29,00 ton.
4 eixos 38,00 ton.
5 ou mais eixos 40,00 ton.
5 ou mais eixos, transporte de 2 contentores ISO de 20' ou um contentor ISO 40' 44,00 ton.
Conjunto rodoviário (pesado + reboque):
3 eixos 29,00 ton.
4 eixos 37,00 ton.
5 ou mais eixos 40,00 ton.
5 ou mais eixos, transporte de 2 contentores ISO de 20´44,00 ton.
Conjunto pesado+dolly+semi-reboque:
5 ou mais eixos no transporte de material lenhoso (toros de madeira e similares) até 60,00 ton.
-----
Fonte: DR-I-A

TERMINAL DE CRUZEIROS

-------
Faça clique no título
Adicional da mensagem já publicada neste blogue sobre a noticia do JN.
Fonte: Moptc

domingo, 22 de fevereiro de 2009

CONHECER LEIXÕES

HSN NORDBANK DEIXA DE FINANCIAR PORTA-CONTENTORES

O HSH Nordbank, banco alemão número um mundial no financiamento do shipping, anunciou a retirada do negócio de financiamento de navios porta-contentores.

O banco, sedeado em Hamburgo, tem uma carteira de créditos de cerca de 30 mil milhões de euros no sector marítimo. A instituição é o principal financiador dos armadores alemães que controlam a maior frota mundial de navios fretados.

Além disso, o HSH Nordbank integra o consórcio Albert Ballin, que ofereceu 4,45 mil milhões de euros pela Hapag-Lloyd, e é um dos membros do sindicato financeiro que emprestou ao armador alemão 593 milhões de euros para comprar 29 navios porta-contentores à Tui.

O Nordbank, que apresentou perdas de 2,8 mil milhões de euros antes de impostos e se propõe dispensar 1 100 dos seus 3 250 funcionários, anunciou que vai focar-se nos clientes domésticos do norte da Alemanha envolvidos no transporte marítimo, aviação, infraestruturas de transportes e energias renováveis.

A saída do HSH Nordbank do negócio dos porta-contentores aumentou os receios aos bancos e fundos de investimento do sector, que financiaram mais de 500 navios porta-contentores, incluindo vários 12000-14000 TEU encomendados por empresas alemãs. Há cerca de 140 navios de 3 000 TEU encomendados sem qualquer suporte num contrato de fretamento.

Os armadores alemães estão a tentar cancelar ou adiar muitas dessas encomendas, face ao aumento da capacidade excedentária no mercado. Porém, os estaleiros, principalmente os da Coreia do Sul, estarão a recusar-se a renegociar os contratos.
Fonte: Transportes & Negócios

OOCL BAPTIZA SÉTIMO DE 16 NAVIOS DE 4500 TEUS

A Orient Overseas Container Lines (OOCL) baptizou o “OOCL Norfolk”, de 4500 TEU de capacidade, construído pela Samsung Heavy Industries.

O navio, o sétimo de uma série de 16 unidades, foi apelidado de Norfolk em homenagem ao hub de comércio da costa Este dos Estados Unidos, um dos mais activos portos daquele país.

A aposta nos navios do tipo panamax é justificada pela companhia asiática por serem “excepcionalmente versáteis”: podem ser utilizados na maioria das rotas marítimas, como nas intra-asiáticas ou as que ligam a Austrália à Nova Zelândia, assim como podem transitar pelo canal do Panamá.

O investimento da OOCL nas novas construções é financiado pelo HSH Nordbank. Em jeito de agradecimento, a madrinha do navio foi a esposa do vice-presidente executivo da instituição financeira alemã.
Fonte: Transportes & Negócios

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

TERMINAL DE CRUZEIROS DE LEIXÕES CUSTA 19 MILHÕES

Faça Clique no título
--------------------

O ministro das Obras Públicas, Mário Lino, presidiu, esta quinta-feira, em Matosinhos, ao lançamento do concurso para as obras marítimas do novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, orçadas em 19 milhões de euros.
Fonte: Jn-online

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

CLÍNICA DE LEÇA DA PALMEIRA



No Shipping os cuidados de Saúde são fundamentais, em Leça da Palmeira a Clinica com o mesmo nome é um autêntico porto de abrigo.
Clinica geral-enfermagem-medicina dentária-nutrição-podologia-terapia da fala-acupultura-alergologia-cirurgia geral-dermatologia-ginecologia/obstétricia-neurologia-oftalmologia-ortopedia-otorrinolaringologia-pediatria-psiquiatria-urologia-reumatologia, entre outras especialidades, fazem da Clinica de Leça da Palmeira uma referência aos nossos Capitães que chegam ao Porto de Leixões.
Uma equipe sempre pronta, um verdadeiro Porto de Abrigo.
----------
Rua Congosta do Abade, nr: 5
4450-643 Leça da Palmeira
Telefone: +351 22 9958004 /+351 22 9953685

TRANSPORTES & NEGÓCIOS - SEMINÁRIO


Luís Valente de Oliveira, Alfons Guinier e Patrick Verhoeven são três dos oradores já confirmados no Seminário de Transporte Marítimo que o TRANSPORTES & NEGÓCIOS promove no Porto, no próximo dia 12 de Março.

O coordenador europeu das Auto-Estradas do Mar, o secretário-geral da ECSA (Associação de Armadores da Comunidade Europeia) e o secretário-geral da ESPO (Organização Europeia de Portos Marítimos) participarão em dois dos três painéis em que estará dividido o Programa: Short Sea Shipping e as Auto-estradas do Mar, As políticas e os planos de acção da União Europeia e o Contributo do sector marítimo-portuário para a economia nacional.

Lídia Sequeira, focal point português e membro do grupo de trabalho marítimo franco-português, António Belmar da Costa, presidente da Ecasba (Associação de Agentes e Shipbrokers da Comunidade Europeia), e Carlos Vasconcelos, administrador da MSC Portugal, igualmente já confirmaram a sua participação nos diferentes painéis.

Igualmente presente estará Francisco Laranjeira, em representação da Enercon, a empresa portuguesa envolvida no único projecto nacional escolhido na chamada de 2008 do Marco Polo.

O Seminário de Transporte Marítimo abre o 11.º Ciclo de Seminários do TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

A exemplo das edições anteriores, a sessão realizar-se-á no Porto, no Hotel Tiara Park Atlantic, entre as 9h30 e as 17 horas.

O evento é patrocinado pela APDL e pela Portmar e conta com os apoios da APL, APSS e APTMCD.

As inscrições feitas até ao próximo dia 28 de Fevereiro, inclusive, beneficiarão de um desconto de 25%.
Fonte: Transportes & Negócios

ACIDENTES DE TRABALHO

-------
Portaria n.º 166/2009 - I Série n.º 32, de 16/02Actualiza em 2,9% as pensões de acidentes de trabalho para 2009. O presente diploma produz efeitos a partir de 1 de Janeiro de 2009.
Fonte AEP

APDL PROMOVE MISSÃO NO BRASIL


O Porto de Leixões está a organizar uma missão comercial ao Brasil, para os próximos dias 13 a 19 de Abril.

O programa contempla a participação na Feira Intermodal de São Paulo (onde o Porto de Leixões terá um stand próprio), visitas aos portos de Santos, Pecém e Fortaleza, uma apresentação do porto nortenho à comunidade portuária e empresarial de Fortaleza e contactos comerciais e institucionais.

Esta será a segunda missão empresarial promovida pela autoridade portuária de Leixões. A primeira dirigiu-se a Angola, um dos mais importantes mercados do porto nortenho. Agora é a vez do Brasil, uma economia emergente, com um fluxo de trocas crescente com Portugal, e para onde a APDL aposta no aumento no número de ligações directas.

À partida, o número de participantes na missão estará limitado a 40 pessoas
Fonte: Transportes & Negócios

LOGISTIC & SUPPLY CHAIN MEETING 2009-PALMELA, 16 A 18 ABRIL


Contactos: Telef: 212 348 450
Fax: 210 811 164
In: Logistica Moderna

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

CONHECER LEIXÕES

CAVACO SILVA JÁ RECONHECE O " HIPERCLUSTER DA ECONOMIA DO MAR "

O recurso do mar tem uma dimensão enorme, é um dos factores de desenvolvimento que mais pode ajudar a economia nacional", afirmou Bruno Bobone, o presidente da Associação Comercial de Lisboa (ACL), em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o Presidente da República, em que apresentou o estudo "Hipercluster da Economia do Mar".
Da autoria de Ernâni Lopes, o estudo faz a avaliação do que é o recurso do mar e de como pode ser utilizado, apresentando ainda "medidas concretas". No final da audiência, Bobone sublinhou que o mar "é um dos maiores recursos" de que Portugal dispõe, cuja influência directa no Produto Interno Bruto é de cerca de 2%. Este valor pode chegar aos 4 ou 5%, sendo certo que num momento de crise como o actual, "é ainda mais importante aproveitar o mar".
O estudo "Hypercluster da Economia do Mar" teve por parte de Cavaco Silva "uma receptividade muito grande", revelou o presidente da ACL. "É um tema que o próprio Presidente da República já tem abordado", lembrou, insistindo que o mar é o recurso português de "maior potencial", mas também "o menos aproveitado".
O presidente da Associação Comercial de Lisboa realçou que se trata de "um estudo muito concreto, onde estão os passos a dar para aproveitar os recursos do mar". Demorou um ano a ser realizado, e custou, segundo Bruno Bobone, cerca de 250 mil euros, totalmente suportado pela sociedade civil. A lista dos patrocinadores inclui alguns dos grupos mais representativos do País: BES, EDP, Grupo Bensaúde, Fundação Luso-Americana, Millenium BCP, Pinto Basto, Portline, Ramirez e Compª, Transinsular, Grupo Tertir, Galp Energia, José de Mello SGPS, Lisnave e Fundação Portugal Telecom.
Ainda antes da apresentação pública, no decorrer de conferência de Imprensa a realizar em Lisboa em data a anunciar, o estudo será apresentado ao Primeiro-ministro.
Fonte: Cargo News

III CURSO PORTUGUÊS DA 2E35.EU EM MAIO

De 9 a 12 de Maio próximos terá lugar mais um curso "Auto-estradas do Mar" dirigido a alunos portugueses, ministrado pela Escola Europeia de Short Sea Shipping. Serão professores Eduard Rodés, director da 2E3S, João Soares, consultor, Belmar da Costa, director da Agência Portuguesa de Transporte Marítimo de Curta Distância, António Vargas, director de Grimaldi Logística España, Giovanni Marunucci, promotor do porto de Roma e do Lazio, e Luigi Ranuaru, director comercial de Autuori.
Com a duração de quatro dias, o curso é dividido em duas partes: uma teórica, e uma estudo prático (“case study"). A teórica cobre os seguintes aspectos: operações básicas e serviços de Short Sea Shipping, estudo comparativo dos custos relativamente às restantes alternativas de transporte, procedimentos burocráticos do Short Sea Shipping, benefícios logísticos e ambientais do Short Sea Shipping e serviços oferecidos pelos portos e pelos armadores. Como “caso prático”, os formandos elaborarão um serviço Short Sea Shipping, calculando o respectivo orçamento e preparando os documentos aduaneiros.
No decorrer do curso, que tem lugar a bordo do navio ro-ro Cruise Roma, da companhia Grimaldi Group Napoli, com saída e chegada a Barcelona, terá lugar a apresentação dos portos de Barcelona e de Civitavecchia.A Escola Europeia de Short Sea Shipping é apoiada pelo programa comunitário Marco Pólo.
Fonte: cargo News

APDL E UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVEM CONFERÊNCIA TEMÁTICA OCEANOGRÁFICA



A APDL - Administração dos Portos do Douro e Leixões e a Reitoria da Universidade do Porto organizam amanhã, dia 19 de Fevereiro, às 16 horas, na Estação de Passageiros de Leixões, a conferência "At the Leading Edge of an Environmental Renaissance: Next Generation Science in the Ocean Basis", que conta com a intervenção do prestigiado professor de Oceanografia John Delaney, da Universidade de Washington.
O Prof. John Delaney é o director do Programa NEPTUNE, um dos maiores projectos oceanográficos internacionais da actualidade, que tem por objectivo a criação de um novo tipo de observatório oceanográfico, alicerçado em redes de fibra óptica subaquáticas, que vai permitir recolher dados do fundo dos oceanos. O NEPTUNE é um programa multidisciplinar que trará benefícios não só às áreas tecnológicas, mas também às Ciências Aquáticas, Biologia, Geologia, etc.
Mais informações sobre o projecto poderão ser obtidas em: http://ooi.washington.edu/rsn/jrd/stories/ooioverview.html
Fonte: Cargo News

CONHECER LEIXÕES


terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

CURIOSIDADES NO SHIPPING

------
Hoy el tráfico en la zona de Oporto esta muy bien señalizado Buena cobertura y propagación.
Enviado pelo colega: António Saez - Tenerife

CONHECER LEIXÕES


GRAND ALLIANCE E ZIM JUNTAS NO ÁSIA-EAST MED

A Grand Alliance e a Zim Lines vão cooperar nas ligações entre a Ásia e o Mediterrâneo Oriental e o Mar Negro. O novo serviço arranca no próximo dia 23.

Na sequência da suspensão do seu serviço ABX, os membros da Grand Alliance decidiram unir esforços com a Zim Lines no serviço EMX (East Med / Brack Sea Express Service) do operador israelita.

O EMX servirá os portos de Pusan, Shanghai, Ningbo, Shekou, Port Kelang, Colombo, Nhava Sheva, Istambul, Novorossiysk, Constanza, Istambul, Nhave Sheva, Colombo, Port Kelang, Shekou, Pusan. Relativamente à rotação anterior, as novidades são Nhava Sheva, a mudança para Novorossiysk, na Rússia, e as escalas em Istambul.

O serviço é assegurado por 13 navios da Zim Lines.

A Grand Alliance é constituída pela Hapag-Lloyd, pela MISC, pela NYK e pela OOCL.
Fonte: Transportes & Negócios

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

CONHECER LEIXÕES






EUROTUNNEL TOTALMENTE REABERTO AO TRÉFEGO DE MERCADORIAS

O troço do túnel sob Mancha afectado por um violento incêndio em Setembro reabriu na semana passada, permitindo reatar o serviço normal de transporte de mercadorias, revelou a sociedade Eurotunnel.Cinco meses após o incêndio, uma navette Eurotunnel transportando camiões atravessou o túnel em 32 minutos entre Folkestone, no sul de Inglaterra, e Coquelles, norte de França. A partir de 23 fevereiro será a vez do comboio de grande velocidade Eurostar (passageiros) retomar a ligação entre Paris e Londres em 2h15, contra as 2h35 que passou a fazer após o incêndio de 11 de Setembro. Na altura temeu-se o encerramento da estrutura por um período longo, mas o tráfego foi retomado apenas 30 horas após a extinção do incêndio, embora com redução de serviço. O inquérito oficial considerou acidentais as causas do sinistro.O Eurotunnel facturou 704 milhões de euros em 2008, uma redução de 2% em relação ao ano anterior, quebra que segundo os seus responsáveis se fica a dever ao incêndio.
Fonte: cargo News

PORTOS DA MADEIRAS CERTIFICADOS

As infra-estruturas portuárias da Madeira estão desde finais de Janeiro certificadas como portos pelo IPTM (Instituto Portuário e de Transportes Marítimos), constituindo as primeiras estruturas do país com este reconhecimento.
Esta certificação garante que os portos da Madeira reúnem todas as condições de segurança, não só enquanto instalações físicas, mas também enquanto local de escala para os navios.
Os restantes portos nacionais estão certificados apenas enquanto instalações portuárias, refere uma informação hoje emitida pela Administração dos Portos da Madeira (APRAM).A certificação é válida por cinco anos, e comprova que as instalações portuárias madeirenses "cumprem com os requisitos e as normas internacionais definidas pelas Nações Unidas, União Europeia e pela própria legislação portuguesa para este tipo de actividade".
Fonte: Cargo News

PROGRAMA MARCO POLO VAI SUBVENCIONAR CINCO VERTENTES EM 2010

O programa Marco Polo do próximo ano subvencionará cinco vertentes: 1) Acções para fomentar a transferência modal, para transferir uma parte do tráfego de mercadorias da estrada para o transporte marítimo de curta distância, ferroviário, ou fluvial; 2) medidas destinadas a eliminar as barreiras estruturais no mercado de transporte de mercadorias na União Europeia, como a falta de velocidade dos comboios de mercadorias ou os problemas técnicos da interoperabilidade entre os distintos modos de transporte; 3) acções de partilha de conhecimentos para fortalecer a cooperação e optimizar os métodos de trabalho e procedimentos entre os actores da cadeia de transporte; auto-estradas do Mar que substituam o transporte por estrada pelo transporte marítimo de curta distância, ou a combinação do 'short sea shipping' com outros modos de transporte, para proporcionar um serviço de transporte marítimo intermodal, de alta frequência e com superior volume de carga; acções de supressão de necessidade de tráfego que integrem o transporte na cadeia logística com a finalidade de reduzir a procura de transporte de mercadorias por estrada.Na segunda edição do programa Marco Polo, referente a 2009, Portugal tem uma empresa contemplada, a ENEOP 3 Desenvolvimento de Projecto Industrial S.A., que integra o projecto denominado ENERCON Tri-modal. Trata-se da implementação de soluções de transporte "não-estrada" para conversores de energia eólica desde Aurich e Magdeburg (Alemanha) para Viana do Castelo, por comboio, navio e estrada onde estes conversores são produzidos, e desde a Alemanha para uma variedade de locais na Europa, por comboio, navio e estrada onde estes conversores são assemblados "on-site" para produção de energia.
Fonte: Cargo News

domingo, 15 de fevereiro de 2009

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

DEVELOPING ECO-CONTAINERS

----
Faça Clique na mensagem.
Informação Gentilmente cedida por:CMA-CGM Portugal - Mr. Carlos Almeida

HAPAG-LLOYD SOBE FRETES A PARTIR DE ABRIL

Depois da Maersk, é agora a vez da Hapag-Lloyd anunciar um primeiro aumento dos fretes marítimos, a partir de 1 de Abril. Outros se seguirão, ao longo do ano, avisa o armador alemão.

Nas ligações entre o Extremo Oriente e a Europa / Mediterrâneo, as mais afectadas pela erosão dos preços, a partir de Abril a Hapag-Lloyd propõe-se cobrar mil dólares por contentor de 20’, dois mil dólares por contentores de 40’ e 2 100 dólares por contentor de 40’ high cube. Isto no sentido westbound. No sentido eastbound, os novos fretes serão, respectivamente, de 250 e 500 dólares. Estes valores incluem as sobretaxas de combustível e de variações cambiais.

Também os serviços operados pela Hapag-Lloyd entre a Europa, o Mediterrâneo, a América do Norte e o Golfo serão actualizados a partir de 1 de Abril.

No caso das ligações entre a Europa e a Oceânia os aumentos só serão aplicados a partir de 1 de Maio.
Fonte:Transportes & Negócios

Arquivo do blogue

PORTO DE LEIXÕES

PORTO DE LEIXÕES