segunda-feira, 13 de julho de 2009

EVERGREEN

A Evergreen propõe-se devolver aos donos ou desmantelar 31 navios porta-contentores, que representam cerca de um sexto da sua frota, anunciou a companhia de Taiwan.

Face à quebra do mercado e às perspectivas de lenta recuperação, a Eveergreen decidiu avançar com um plano de desactivação de 31 navios mais antigos, das classes G e GX. As unidades que são propriedade da companhia serão desmanteladas e vendidas como sucata. Os navios fretados serão devolvidos aos seus proprietários à medida que terminem os respectivos contratos.

Em Abril, a Evergreen anunciou prejuízos no primeiro trimestre.

A companhia de Taiwan é quarta no ranking mundial de transporte marítimo de contentores, com uma capacidade de 600 mil TEU, que representam 4,5% do mercado.

Ao contrário de todos os players do sector, a Evergreen não tem qualquer navio encomendado. No Verão do ano passado, quando já se notava a quebra dos fretes e se perspectivava o excesso de capacidade, a companhia desistiu de um negócio de oito navios de 12 400 TEU.
Fonte: Transportes & Negócios

1 comentário:

barconauta disse...

Bem triste, mas uma realidade. também em Setúbal está um ro-ro parado que provavelmente irá rumar à sucata.

Arquivo do blogue

PORTO DE LEIXÕES

PORTO DE LEIXÕES