segunda-feira, 29 de março de 2010

ANGOLA - NOTICIAS


A direcção regional das Alfândegas de Cabinda garantiu maior celeridade no despacho de mercadorias importadas da
Europa, América, Ásia e países vizinhos (Congo Brazzavile e R. Democrática do Congo).
Os serviços aduaneiros deram esta garantia durante um encontro realizado com importadores e empresários locais, que serviu para dabater questões relacionadas com o desalfandegamento de mercadorias, segundo um documento revelado pela agência Angop.
Na presença do diretor regional das Alfândegas em Cabinda, António Amaral Gourgel, e dos chefes de departamento e de postos aduaneiros de Massabi, aeroporto, Malongo e área técnica, os empresários falaram sobre as normas relacionadas com a efetivação do leilão, defendendo que o mesmo se realise com o consentimento do proprietário da mercadoria.
António Gourgel assegurou que a direção da Alfândega vai solucionar os problemas relacionados com o desanfaldegamento de viaturas no posto de Massabi. Garantiu por outro lado que os camiões de mercadorias bem como as viaturas que permanecem na zona neutra entre os postos fronteiriços de Massabi (Angola) e Ntiamba Nzazi (Congo Brazzaville) vão deixar de pernoitar naquele recinto com a criação de um parque no território angolano, junto ao Posto de Massabi.
Fonte: Cargo News

1 comentário:

César disse...

Essa é uma grande notiçia,estão começando a aprender alguma coisa.Menos burocracia a nivel de papeladas,é meio caminho andado para o sucesso e rapidez de qualquer objectivo, que se queira desenvolver a curto-médio prazo

Arquivo do blogue

PORTO DE LEIXÕES

PORTO DE LEIXÕES