segunda-feira, 22 de março de 2010

MOÇAMBIQUE - NOTICIAS


A Associação Empresarial de Portugal (AEP) e a empresa moçambicana Consulgesti – Consultoria, Gestão e Investimentos assinaram esta quinta-feira, em Maputo, um acordo para a criação de uma empresa mista, daqui a dois meses, na área das feiras de negócios e gestão de parques de exposições.
A formalização desta parceria, que se traduzirá na constituição da Exponor Moçambique, ocorre no âmbito da visita que o primeiro-ministro está a fazer àquele país africano de expressão oficial portuguesa. Subscreveram o acordo José António Barros, presidente da AEP, que integra a comitiva oficial liderada por José Sócrates, e Américo Magaia, presidente da Consulgesti, empresa de referência na organização de feiras e eventos empresariais no mercado local. Entre os projectos que presentemente desenvolve conta-se o pavilhão de Moçambique na Expo 2010 de Xangai, como consultores do Governo do seu país.

«Temos grande experiência e um know how consolidado no mercado das feiras e este é o nosso contributo para a dinamização da economia moçambicana e o reforço das relações bilaterais», justifica o vice-presidente das AEP, Paulo Nunes de Almeida. Moçambique, acrescenta, «tem um enorme potencial» e a AEP «está a fazer o trabalho que lhe compete, colocando no terreno uma operação, com um parceiro credível, que pode vir a ser da maior utilidade para a internacionalização das empresas que apostem naquele interessante mercado».

Com a criação da Exponor Moçambique, a AEP passa a ter duas participadas no estrangeiro no negócio das feiras, depois da Exponor Brasil, que opera a partir de São Paulo para toda a América do Sul. Nesta área da sua multifacetada actividade, a que está ligada desde a sua fundação, há mais de 160 anos, a associação mantém parcerias activas na Rússia, com a ZAO Expocentre, gestora do maior centro de feiras e congressos daquele país, em Moscovo, com a Feira Internacional de Luanda, em Angola, e com a Sociedade das Feiras Internacionais de Tunes, na Tunísia. Nestes cinco países, tem projectos para replicar alguns dos formatos de sucesso da sua participada Exponor, líder nacional no sector. Para além dos das feiras da Exponor, do portfolio da AEP consta também a Expovinis, a maior e mais prestigiada feira de vinhos de toda a América Latina, que anualmente se realiza em São Paulo.

Este ano, depois dos primeiros dois certames organizados conjuntamente com a Feira Internacional de Luanda, em 2009, a AEP tem programado para a capital de Angola três grandes iniciativas. Já em de Maio, entre os dias 26 e 30, vão ter lugar as primeiras edições da Luanda Fashion Week (moda e calçado), da Expocosmética Angola (cosmética, estética e cabelo) e da PortoJóia Angola (joalharia, ourivesaria e relojoaria). Em Junho, de 24 a 27, decorrerá a 2.ª Export Home Angola. Em Setembro, nos dias 9 a 12, ocorrerá a estreia da Normédica Angola - Feira de Saúde e a Ajutec Angola - Feira de Ajudas Técnicas e Novas Tecnologias para Pessoas com Deficiência.

O ano passado, realizaram-se as primeiras edições das versões angolanas da Export Home, feira de mobiliário e decoração, e da EMAF, dedicada a produtores de máquinas, ferramentas e acessórios industriais e equipamentos para trabalhar madeira.
Fonte: Exponor.
-----
Boas noticias para todos os nossos Exportadores

1 comentário:

César disse...

Sem dúvida,para a frente é que é Portugal(neste caso Moçambique).
Boa noticia para alguma da nossa economia.É sempre bom ver uma luz ao fundo do túnel...

Arquivo do blogue

PORTO DE LEIXÕES

PORTO DE LEIXÕES